A importância do esporte para a E.M.

0
Por muito tempo pessoas com esclerose múltipla foram orientadas a reduzir o nível de atividade física para conservar energia, evitar o aumento da temperatura corporal, controlar a fadiga e diminuir o risco de intensificar os sintomas. Por outro lado, um estilo de vida sedentário aumentou o risco de condições associadas a distúrbios característicos da esclerose, como espasmos, ataxia, fraqueza muscular, problemas de equilíbrio e fadiga.
Por isso, nos últimos anos, foram desenvolvidos programas com exercícios físicos que ajudaram portadores de esclerose múltipla a alcançar benefícios similares àqueles obtidos por pessoas saudáveis.
Eu mesma pratico diversas atividades, sempre joguei futebol, faço funcional e box fit. Quando melhorei minha qualidade de vida, seja na alimentação ou nas atividades, senti que meu sono melhorou e minha disposição também.
Além disso, o esporte libera endorfina, que é o hormônio do “prazer”, o que ajuda a diminuir meu estresse e, consequentemente, diminui minhas chances de ter surto!
Mas é importante você sempre conversar com seu médico para entender o que é melhor para o seu caso, ok? <3

About Author

Leave A Reply